Etiqueta: sintomas da cárie

Outubro 22, 2021

Existem bactérias presentes naturalmente na boca que são responsáveis por transformar os alimentos, principalmente o açúcar e o amido, em ácidos. Quando estas bactérias unem-se aos ácidos e aos restos de alimentos na nossa boca acabam por formar uma placa. Os ácidos dessa placa dissolvem a superfície esmaltada do dente e dão origem à cárie.

São vários os fatores que contribuem para a formação da cárie, entre eles, uma dieta rica em açúcares e hidratos de carbono simples, assim como em alimentos que podem facilmente ficar presos aos dentes.

Quando sente a presença de uma cavidade, ou a ausência de uma parte do dente, muito provavelmente terá uma lesão de cárie dentária já avançada. A detecção de cáries numa fase inicial não é fácil e normalmente só consegue ser realizada por médicos dentistas.

Se notar alguma alteração de cor, como manchas brancas, amareladas, acastanhadas ou pretas na parte superior dos dentes (sulcos e fissuras), deverá consultar o seu médico dentista. As lesões de cárie entre os dentes podem ser potencialmente detectadas ao passar o fio dentário, uma vez que fica preso ou esgaça na sua presença. Quando sente dor, é sinal de que a cárie já atingiu a parte mais interna do dente (dentina).

O tratamento varia de acordo com a profundidade da lesão provocada pela cárie. Os tratamentos à base de flúor podem ajudar a curar as cáries no esmalte, mas para cáries mais profundas, os dentistas devem remover a cárie e preencher o espaço resultante. Ao não ser tratada corretamente, a cárie continua a desenvolver-se. Além disso, aquela que fica sem tratamento pode provocar a perda do dente.

Quando a cárie é tratada antes de provocar dor, é provável que se possa reduzir a lesão causada na polpa e se possa salvar uma maior parte da estrutura do dente. Para detectar precocemente as cáries, o dentista procura informar-se acerca da dor, examina os dentes e realiza testes com instrumentos adequados, podendo também recorrer às radiografias.

Translate »